Ouça: Animal agressor não pode ser responsabilizado mesmo em caso de mordia

Campo Grande(MS) – Um menino de 7 anos foi internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas, distantes 338 km de Campo Grande, com ferimentos na mandíbula e pescoço depois de ser atacado pelo cão da família, da raça pitbull.  A  criança estava brincando com o animal em casa no Jardim Alvorada quando foi mordida.

A cirurgia durou uma hora e meia por equipe formada por seis médicos, mas diante da gravidade do caso, o menino será transferido para a Santa Casa de Campo Grande e ainda se recupera.

A medica veterinária Barbara Vigário, lembra que o Pit Bull foi criado em Laboratório e para briga e  não culpa o cão pela agressão. Barbara  disse que o tutor deve conhecer o bicho. A medica orienta sempre fazer uso de  equipamento de proteção.

As declarações de medica veterinária Bárbara Vigário foram feitas a TV  Morena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here