Ouça : Em 11 anos Bióloga monitorou 700 nascimentos de Araras Canindé em C.Grande

Campo Grande(MS) – Neiva Guedes, a bióloga sul-mato-grossense que criou e executa há 30 anos um projeto que ajudou a tirar a arara azul, um dos símbolos do Pantanal, da lista de animais em extinção,  concorre  ao prêmio ‘Faz Diferença’, uma iniciativa do Jornal O Globo em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).  Neiva Guedes,  confirma que na natureza tudo se transforma, ela  acompanhou a  queimada no Pantanal ano passado  e  estima que vai faltar  alimentos aos animais..

Presidente do Instituto Arara Azul, Neiva é mestre em Ciências Florestais e doutora em Zoologia. Ela é pesquisadora e professora do mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Uniderp, em Campo Grande.E de acordo com a bióloga, Campo Grande já virou a capital da arara Canindé.

Da redação

Foto Marco Antônio Lemos.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here