Dono de rede de restaurante diz que se comércio não abrir, o Brasil quebra

Campo Grande(MS) – Com 8 mil empregados e com recursos   para pagar férias a todos eles por  até  seis meses,  conhecido empresário do setor de gastronomia ganhou atenção de todo o Brasil, ao pedir que as autoridades não fechem as portas do comércio, principalmente dos pequenos e autônomos.

No dia  23 de Março o  empresário paranaense Júnior Durski, dono da rede de restaurantes Madero, se disse triste pela repercussão do vídeo onde declarou que o Brasil não pode parar pelo coronavírus.  O vídeo foi publicado na rede social e antes do pronunciamento de terça feira do presidente Jair Bolsonaro.

O empresário foi criticado ao reconhecer a possibilidade de  morte de 5 a 7  mil pessoas por causa da Covid  19. O Empresário calcula que duzentas mil pessoas,  devem morrer por diversos motivos nos próximos dois anos. E Teme que o País piora com a economia Parada. Junior Durski,  teme pelos trabalhadores que menos tem. Ouça a reportagem

Da  redação

foto Divulgação.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here