Home | Audios | OUÇA: Infraero e UFMS discutem parceria para evitar colisão entre animais e aeronaves no ar e em terra.

OUÇA: Infraero e UFMS discutem parceria para evitar colisão entre animais e aeronaves no ar e em terra.

Download anexo
Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image Urubus representam perigo para aéronaves e podem causar acidentes graves.

Campo Grande(MS) - Trata se do programa de gerenciamento de risco da fauna, da Universidade Federal em parceria,  com a  INFRAERO, Empresa Brasileira de Infra Estrutura Aeroportuária,  principalmente nas proximidades do aeroporto internacional. Dados do CENIPA – Centro de Investigação e prevenção de Acidentes aéreos , colocam  Campo Grande, como a segunda capital do País com maior risco de acontecer uma colisão entre aviões e animais . E não são somente pequenos ou  grandes pássaros que causam transtornos para operação de pouso e decolagem.  Morcegos  ,  cães,  tatus e capivaras, causa problemas para passageiros, pilotos e empresas aéreas.

Uma parceria entre a Universidade Federal e INFRAERO  pode melhorar o programa de gerenciamento de risco da Faúna no terminal de Campo Grande. O pro reitor de pesquisa e graduação de UFMS, professor,  Naldo Franco Almeida Junior, complementa ..

A Pró Reitoria de ensino e graduação, da UFMS busca identificar  pesquisadores e alunos, na área de planejamento de Faúna, para finalizar a parceria. Dados do centro de Investigação e prevenção de acidentes aéreos revelam que 10 % dos aviões que ocupam o espaço aéreo  já tiveram  algum tipo de acidente com animais. Entre eles, os Urubus,  vivem próximos a curtumes  e lixões e podem provocar acidentes. E  os animais terrestres são responsáveis por 5% dos acidentes. Com informações da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

 

Da redação 

Foto Divulgação. 

| | |
  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto

+ BOLETINS

Vote neste artigo
0