OUÇA: Máquina que engole fêmea do aedes aegypti entra em fase de teste

Campo Grande (MS)- Técnicos do Controle de Vetores da secretaria de Saúde do Estado decidiram mudar o local para testar a máquina que suga a fêmea do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikiungunya. O aparelho Mosquito Magnet foi apresentado aos técnicos do governo nesta semana por  representantes do Instituto Seiva Brasil . O equipamento atrai  e engole a fêmea do mosquito em um raio de até 4 mil metros. A máquina exala dióxido de carbono e o mosquito é sugado pelo equipamento. Antes, o aparelho seria colocado na região do Bairro Cabreúva em Campo Grande. O presidente da empresa, Félix Carlos Sanches , diz que o prédio do CCZ foi escolhido por ser mais amplo. (sonora)

Apenas a fêmea hematófaga – que se alimenta de sangue –, é atraída pelo composto utilizado na máquina. O biólogo da secretaria estadual de saúde, Paulo Silva de Almeida, conta que o equipamento será testado por 30 dias. (sonora)

No final do processo, será feito um relatório e um laudo encaminhado a secretaria de Saúde do Estado para avaliar a necessidade de adquirir a máquina, orçada em R$ 10 mil.

 

 

Foto: Valdenir Rezende/ Correio do Estado