OUÇA: Governo do Estado cria Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Mineral

Campo Grande (MS)- Em Mato Grosso do Sul, o setor mineral tem sua ação voltada principalmente para produção de ferro, manganês e insumos destinados à construção civil e agropecuária.  Em 2013, somente este setor correspondeu a 0,9% do PIB estadual, com um crescimento de 47,7% entre 2010 a 2013, atingindo R$ 620,52 milhões.

O setor, considerado estratégico foi beneficiado com a criação da “Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Mineral”. Medida publicada pelo Governo do Estado no Diário Oficial dessa sexta-feira, 30 de junho. De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, a intenção é garantir à mineração a mesma importância de outras atividades econômicas.

Sonora

Segundo Jaime Verruck, a nova Câmara Setorial vai contar com a participação da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e outras 12 instituições governamentais e da iniciativa privada.

Sonora

 

A Câmara terá por objetivo se posicionar sobre questões da cadeia produtiva mineral; elaborar estudos para a tomada de decisões; definir diretrizes para elaboração do planejamento da cadeia produtiva; elaborar banco de dados; discutir a política de desenvolvimento sustentável do setor, considerando, inclusive o seu zoneamento ecológico-econômico; propor, apoiar e acompanhar projetos.