Câmara devolve R$10,2 milhões para prefeitura; Bernal agradece.

Campo Grande(MS) – Produtiva, assim foi a primeira reunião entre o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Prof. João Rocha e o prefeito Alcides Bernal na tarde desta segunda-feira (4) no gabinete do chefe do Executivo, onde foi feita a devolução oficial do duodécimo economizado pela Casa de Leis.O presidente Prof. João Rocha entregou nas mãos do prefeito um cheque no valor de R$ 10.258.726,55 (dez milhões, duzentos e cinquenta e oito mil, setecentos e vinte e seis reais e cinquenta e cinco centavos), valor que representa uma economia de dois meses do repasse do duodécimo, que em 2015 totalizou R$ 64,8 milhões, valor que é repassado à Casa de Leis em 12 parcelas (mensalmente), o que corresponde a 4,5% da receita líquida do município. 

 Segundo o presidente do Legislativo Municipal, “esse valor é resultado da economia de todos os gabinetes e de todos funcionários da Câmara de Vereadores, que economizaram em todos os setores para que pudéssemos fazer essa devolução de um montante tão significativo e maior do que nos anos anteriores. Foi o comprometimento de um colegiado como todo para que chegássemos nesse momento. Agora cabe à administração municipal escolher onde melhor aplicar esses recursos, estabelecendo prioridades em forma de benefícios para a população”, disse Prof. João Rocha.

 O prefeito Alcides Berna(PP),l agradeceu a devolução, mas ainda não sabe qual será a destinação para o recurso. “Só tenho a agradecer pela iniciativa dos vereadores, é um valor significativo, que vamos depositar no tesouro municipal e analisar as prioridades de investimento. Nosso lema e nosso objetivo é trabalhar em harmonia, manter uma boa relação com o presidente e os vereadores. 2016 será um ano magnífico para Campo Grande”, afirmou. A reunião foi acompanhada também pelos vereadores Betinho e Ayrton Araújo do PT, além dos secretários de Finanças e Receita, Disney Fernandes e de Governo e Relações Institucionais, Paulo Pedra.

 

Da redação

foto Isaias Medeiros /Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores.