Depois da queda de Lula, Marina passa a ser a "bola da Vez"

No meio de “furação” político,  a popularidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega ao fundo do poço.De acordo com um levantamento do Instituto Datafolha, a taxa de rejeição do petista bateu recorde e atingiu 57%, o pior índice entre candidatos à presidência do Brasil. A avaliação foi feita  nos dias seguintes à revelação do conteúdo das interceptações telefônicas dos ex-presidente e de sua nomeação para ocupar a chefia da Casa Civil. 

Trata se do  pior resultado do petista na série histórica do Datafolha. Em novembro de 2015, 47% dos entrevistados afirmaram que não votariam em Lula caso se candidatasse. A pesquisa também diz que 76% dos brasileiros acreditam que a presidente Dilma Rousseff (PT) agiu mal ao nomear o petista como ministro da Casa Civil. Ainda assim, em um cenário para a eleição presidencial de 2018 com Lula, Marina Silva e Aécio Neves, o petista aparece com 17% das intenções. Quem lidera é a ex-senadora Marina Silva, com 21%.

 

 Da redação.

 Foto; Divulgação.