Dilma reconhece dificuldades mas não assume erros e culpa oposição.

Campo Grande(MS)Depois de enfrentar um ano inteiro de crise política e econômica, a presidente Dilma Rousseff terminou 2015 reconhecendo dificuldades, mas se disse esperançosa para o novo ano. Sem citar o pedido de impeachment que terá que enfrentar em 2016, Dilma afirmou que o país “é maior do que interesses individuais e de grupos”. “Sei que tivemos um ano difícil, mas estou otimista com 2016. Acredito na força do nosso povo e na agenda que traçamos para o Brasil”, escreveu a presidente na tarde desta quinta-feira (31) em sua conta no microblog Twitter. “Desejo aos brasileiros e brasileiras um #Feliz2016, com esperança renovada de um Brasil justo, no caminho certo para um futuro melhor.”

 Dilma afirmou que a agenda do ano que vem será de reformas que irão “aprofundar a democracia e fortalecer as bases do crescimento sustentável”. “Acredito na força do nosso povo e na agenda que traçamos para o Brasil”, escreveu. “Devemos nos empenhar no essencial: um País forte para todos os brasileiros”, afirmou. Em sua mensagem final, a presidente lembrou ainda dos Jogos Olímpicos que serão realizados no Rio de Janeiro, em agosto. A mensagem da presidente foi publicada em artigo no Jornal Folha de São Paulo edição deste primeiro de Janeiro de 2016. Outro comunicado da presidente foi através do aplicativo tweeter, no dia 31 de dezembro. Dilma tem evitado fazer pronunciamento em cadeira de Radio e Televisão por causa do penalaço.

Da redação

Foto Divulgação