Lideres devem formar comissão para decidir sobre afastamento de Dilma.

Campo Grande(MS) – Depois da divulgação da conversa telefônica entre Dilma e Lula autorizada pelo Juiz Sérgio Moro, que sacudiu todo o Brasil, deixa o governo da presidente Dilma em Níveis críticos. O áudio foi exposto no plenário da câmara pelo celular de um deputado e em côro a oposição pediu a saída da presidente. O líder do PSDB Antônio Embassay disse que Dilma Tentou atrapalhar a justiça.

Os governistas ficaram sem reação e depois de contato com o executivo chegaram ao salão verde a copia de uma edição extra do diário oficial da União. O líder do PT , Afonso Floresnse,  pediu serenidade e não viu nada de mais nas conversas. A relação de Dilma com a oposição era reconstruída, mas o vazamento da gravação mudou radicalmente o tom das relações.

 

 O líder do DEM,  Baldernei Avelino pede afastamento da presidenta. Sérgio Moro teve apoio de juízes e oposição. O PT  vai entrar com ação disciplinar contra Moro, alegando que sem apontar suspeito de crime, o juiz não poderia anunciar o áudio  e a medida ter passado pelo STF  segundo o petista Paulo Pimenta. Ainda hoje quinta feira deve ser eleita a comissão especial do afastamento de Dilma, onde os líderes precisam apresentar os representes dos Partidos.

Da redação

foto Divulgação.