MPE suspende férias de Marcos Alex para acelerar investigação da operação Coffe Break.

Campo Grande(MS) –  Ministério Público Estadual  suspendeu  férias do promotor de justiça e coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, GAECO, Marcos Alex Vera de Oliveira, que  seria entre os dias  7 e 18 de janeiro. Segundo o MPE a medida é para dar agilidade  na conclusão dos trabalhos da operação Coffee Break. A suspensão das férias foi  publicada no Diário Oficial do Ministério Público de sexta-feira (8). Conforme a assessoria do órgão, o procedimento é comum quando constatado a necessidade do serviço.  Marcos Alex é responsável pelas investigações da Coffe Break, que investiga  suposto esquema para cassar o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Vera retomou os  trabalhos  quinta-feira (7), segundo assessoria.

No fim de dezembro, o chefe adjunto do MPE, procurador Paulo César Passos, afirmou que levaria até 60 dias para a análise do relatório da Operação Coffe Break.  Na época, o coordenador estava de recesso e emendaria as folgas com as férias. Paulo Passos confirma que as oitivas continuam com Marcos Alex.

 

O relatório vai ser  analisado pela PGJ (Procuradoria Geral de Justiça) e o retorno do promotor é para agilizar o que havia  previamente estabelecido. Segundo a assessoria, a decisão do afastamento do promotor da coordenação do Gaeco, depois de  análise do relatório e do possível ajuizamento de ações, continua mantida.Depois da terminar a investigação, Marcos Alex deixa a coordenação da entidade , dois novos procuradores entram no Gaeco e a coordenação poderá ser feitas por um deles. Paulo Passos complementa.

Da Redação

Foto; Divulgação.