OUÇA: Estado quer ampliar projeto que envolve mão de obra penal

Campo Grande(MS) – Durante a entrega da reforma da Escola Estadual Padre José Scampini resultado do ‘Projeto Pintando a Educação com Liberdade’ na manhã de terça feira (17), o governador Reinaldo Azambuja  destacou  o papel social do Projeto e o apoio dado às escolas que nem sempre o Governo consegue atender com reformas.A reforma foi orçada em R$ 149 mil  e feita com recursos procedentes do desconto de 10% do salário dos presos que estão trabalhando,  com o poder público. Ou seja, por meio do projeto, é aplicada tanto a mão de obra prisional, quanto o custeio (compra de materiais de construção). O governador lembrou se de outro projeto semelhante na manutenção das condições do Parque dos Poderes.

 De acordo com o diretor do departamento do Sistema Penitenciário Ailton Stropa Garcia, de todos os presos de Mato Grosso do Sul, atualmente 38,7% estão trabalhando no sistema penitenciário com remuneração e a Agepen tem convênio com quase 200 empresas. 

 

 Da redação

 Foto. Francisco Ribeiro.