OUÇA: Novo superintendente reconhece número insuficiente de agentes e apoia integração na fronteira

Campo Grande (MS)– Luis Alexandre Gomes da Silva é o novo superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso do Sul. Em entrevista a TV Morena, ele reconhece que a entidade precisa de recursos para efetuar o trabalho de repressão e prevenção a crimes e fiscalização. Por isso, é preciso dar continuidade em investimentos em pessoas, infra -estrutura e logística.

(sonora)

42 policiais foram incorporados à polícia rodoviária federal do último concurso, mas o número ainda é insuficiente. (sonora)

Luis Alexandre Gomes acredita que é de fundamental importância a integração entre as polícias, as forças de defesa e de áreas de inteligência. Hoje, o trabalho é coordenado pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras. (sonora)

A Polícia Rodoviária Federal é hoje responsável pela segurança viária de 71 mil quilômetros de rodovias federais, onde além da fiscalização do trânsito, trabalha também no enfrentamento á criminalidade.