OUÇA: Para pesquisador e Psicólogo, Pedofilia não é crime é uma doença sem cura.

Campo Grande(MS) – Um servente de pedreiro violentou a própria filha de 6 anos e gravou o crime no celular, em depoimento a policia ele disse que estava bêbado quando cometeu a barbárie com a criança. A investigação é da delegacia de proteção a criança e ao adolescente de Campo Grande. O acusado estava separado da esposa e  cometeu a violência quando recebeu visita da filha. O acusado vai responder pelos crimes de estupro de vulnerável  e pelo material de pornografia infantil mantido em seu celular, de acordo com, o estatuto da criança e adolescente é crime armazenar e divulgar imagens de pornografia infantil, A denúncia pode ser feita pelo número 100 em qualquer dia e horário, a ligação é gratuita.

 

O psicólogo e pesquisador Ângelo Motti da Universidade Federal – UFMS  do MS, reafirma que a criança sofre de abusos dentro de casa. E que 95% dos casos acontecem na família; na figura dos pais e padrastos, tios, avós, primos e irmãos. Para o Psicólogo uma das saídas para diminuir a violência está na Educação. E chama a atenção sobre  aliciamento de crianças pela rede social, o que  agrava a situação. E leva preocupação com comportamento das pessoas. Para Motti, as penalidades impostas aos pedófilos não trazem resultados. Ainda de acordo com o psicólogo,  antes a pena para quem abusava de crianças e adolescentes era de 6 anos e hoje chega aos 15 anos. As declarações do pesquisador  foram feitas a jornal da FM Educativa da Universidade Federal 99,9 MHZ.  

 

Da redação