OUÇA: Serviço de Uber, só pode funcionar se tiver autorização de prefeitura ou governo distrital.

Campo Grande(MS) – O texto foi aprovado na terça feira pela câmara dos deputados, a proposta inicial  do presidente da câmara Rodrigo Maia estabelecia apenas que as prefeitura poderiam regulamentar os serviços  se achassem necessário. Emendas apresentadas pelo PT e aprovadas pela  maioria criaram restrições, retiraram os trechos que indicavam transporte de passageiros individuais por aplicativo, como serviço privado, assim o Uber seria tratado como serviço público. E deixou claro que somente motoristas autorizados, pelo governo municipal poderão circular, Igual aos Taxistas. O diretor de comunicação da Uber,  Fábio Saba, diz que o projeto acaba com o serviço no Brasil.

Taxistas que acompanharam a votação da câmara comemoraram, aplaudiram os deputados e cantaram o hino nacional  no fim da votação. Para o presidente da Associação Brasileira das cooperativas de taxis,  Edmilson Americano, agora  concorrência vai ser justa. É essa a intenção do projeto informa o deputado Carlos Aratini, líder do PT autor das emendas, não acredita que o serviço vai acabar e sim ser fiscalizado. Para o Tucano Daniel Coelho, a medida vai trazer prejuízo ate nas cidades como Campo Grande, onde exista uma regulamentação.

 

O texto ainda precisa ser aprovado pelo senado onde pode receber modificação e depois segue para a sanção do presidente da República. Com Informações da Rádio CBN. Marquinhos Trad autorizou na segunda-feira a liberação de 217 novos alvarás para táxis e mototáxis na capital e ainda desconto de 30% nas corridas. 

 

Da redação

Foto Divulgação.