Vingança pode ser a causa da morte de vocalista de grupo em Noroeste.

Campo Grande(MS) – A polícia investiga atentado a  integrantes de um grupo musical  alvejados por tiros durante apresentação em uma conveniência na noite de sábado (26/03) em Campo Grande. Wolker dos Santos Silva, 20 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do posto de saúde. De acordo com a Polícia,  o vocalista do grupo, Leonardo Feliz da Silva, 36 anos, informou que o trio tocava na Conveniência Paraná, no Jardim Noroeste, quando três suspeitos chegaram ao local e deram seis tiros em direção aos músicos, fugindo em seguida em um Gol prata. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado  para socorrer as vítimas. Leonardo foi atingido de raspão na perna direita e não precisou de atendimento médico. Willian Pinheiros dos Santos, 18 anos, foi atingido por um tiro que entrou na perna e parou na barrida e foi encaminhado à Santa Casa. Já Wolker foi atingido por dois disparos na cabeça e um no tórax. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu dentro da ambulância, a caminho do posto de saúde do Tiradentes. Irmão da vítima compareceu à delegacia e informou que o rapaz matou um jovem de nome Cleiton Aparecido em 2014 e desde então vinha era ameaçado de morte pelo irmão de Cleiton. A polícia fez buscas na residência do suposto autor, mas ele não foi encontrado. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro como homicídio simples. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Da Redação