Adolescentes que assassinaram empresário serão internados na UNEI de Corumbá.

Campo Grande(MS) – O juiz Luciano Pedro Belaelli, da comarca de Anastácio, decretou a prisão preventiva de Walerson Ozorio, 21 anos, investigado como mandante do latrocínio do empresário Ronaldo Batista dos Santos, 38 anos, ocorrido na madrugada de segunda-feira. Os dois adolescentes apreendidos como executores do crime serão encaminhados para a Unidade Educacional de Internação (Unei) de Corumbá.


A decisão foi anunciada na terça feira.  Walerson fica recolhido preventivamente em Aquidauana, mas deve ser encaminhado à Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), para ficar preso até o julgamento, como forma de não fugir ou não comprometer o andamento do processo. Já os menores, teriam de ser liberados de acordo com que o prega o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), caso não houvesse vagas no sistema.  Conforme já noticiado, os dois menores mataram Ronaldo na casa dele, em Anastácio, na madrugada de segunda-feira. Eles amarraram a vítima, a jogaram na piscina e prenderam vaso de 30 quilos junto ao corpo, para que permanecesse submerso. Um rapaz de 22 anos que está foragido e sabia dirigir, foi ao local e pegou ao carro, entregando para Walerson que, por sua vez, ao perceber a repercussão do crime, tentou se desfazer. Ele teria pedido automóvel por R$ 5 mil. Com informações do O Pantaneiro

 

Da redação.

 

For; Divulgação.