Em comemoração ao Dia Mundial da Água, Sanesul realiza palestras e blitzes educativas

Campo Grande (MS)- No Dia Mundial da Água, com o intuito de conscientizar a população sobre a importância dos recursos hídricos para a manutenção da vida, a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) vai realizar diversas ações, como distribuição de material educativo para os motoristas em blitzes organizadas pelos funcionários da Empresa e palestras nas escolas nas localidades onde atua.

Nesta terça-feira, 22 de março, Dia Mundial da Água, serão realizadas ações educativas em diversas localidades onde a Sanesul atua. Em Anastácio, Rio Verde de Mato Grosso,  Pedro Gomes, Alcinópolis, Rio Negro, Sonora, Figueirão, Bodoquena, Jardim e Paranaíba serão realizadas palestras nas escolas e distribuição de material educativo para os estudantes. Em Corumbá, a Sanesul realizará palestra em parceria com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) para cem pessoas, entre acadêmicos de biologia, agentes de saúde da Prefeitura Municipal, Marinha, entre outros.

Também serão realizadas palestras no período da manhã e da tarde no Sesi (Serviço Social da Indústria) de Corumbá, com informações sobre o trabalho da Sanesul no que tange ao saneamento e economia de água.

Em Nova Andradina, Dourados, Três Lagoas, Ponta Porã, Naviraí, Camapuã e Coxim serão realizadas blitzes no trânsito, com distribuição de folders, cartilhas educativas e copos de água envasada para os motoristas.

Em Coxim também será apresentado o monólogo “Água”, pelo professor Luiz Alberto da Fundação Professora Clarice Rondon Cultura Desporto e Lazer em todas as escolas municipais e estaduais da cidade, além do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), nos dias 21, 22, 23 e 29 de março de 2016,  com distribuição de folders e materiais educativos pelos funcionários da Sanesul.

Para o diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, é importante que as pessoas saibam que é preciso economizar para não faltar água no futuro.

 

“O futuro do planeta depende da preservação dos nossos mananciais, do uso consciente da água, por isso a nossa campanha está sendo feita neste sentido, mostrando para as pessoas por exemplo que, lavar a calçada com mangueira por quinze minutos gasta, em média, 280 litros de água, e portanto vale reaproveitar a água da máquina de lavar para este fim. É preciso utilizar a água de maneira racional”, destacou Luiz Rocha.