Justiça Eleitoral nega candidatura de "topete" em Água Clara.

Campo Grande(MS) – A comunicação é assinada pelo juiz eleitoral,  Rodrigo Pedrino Marcos,  da comarca de Água Clara, cidade com menos de 15 mil moradores, a pedido do Ministério Público,  o indeferimento da justiça eleitoral tem como base a aplicação da ficha limpa que impede que candidatos condenados em primeira instancia, possam disputar cargos eletivos. No caso a prefeito, ou vereador nas eleições deste ano. De acordo com a decisão da Justiça, o ex prefeito Edvaldo Alves  de Queiróz, conhecido como “topete” tem 14 processos, bens bloqueados e foi condenado em primeira Instância, por causa de ações de improbidade administrativa.

O pedido foi assinado no dia 8 de setembro e comunicado ao partido PDT.Tupete foi condenado por improbidade administrativa em 2012, recorreu da decisão e perdeu o prazo do recurso, com isso foi mantida a condenação de 08 anos de inelegibilidade Com a decisão restaram dois candidatos aptos a concorrer o pleito, Anilton Pereira do PMN e Silas José da Silva do PSDB, candidato a reeleição. Mas o candidato do PDT, que teve sua candidatura indeferida em primeira instancia pode recorrer da decisão.

 

Da redação

Foto. Divulgação.