OUÇA: Polícia apresenta 4 dos 9 envolvidos ao assalto de BB em Sonora.

Campo Grande(MS) – Trabalho conjunto das policiais de Mato Grosso do sul Goiás e Mato Grosso, prendeu 7 homens envolvidos ao assalto a agencia do Banco do Brasil e Sonora na região nordeste do Estado. Os bandidos usaram armas de grosso calibre como fuzil 5.56 milímetros,  submetralhadora 9 milímetros , Escopeta caibre 12 e pistola Ponto 40. Na noite do dia 18 de abril eles ocuparam a avenida Marcelo Miranda no Centro de Sonora e invadiram a Agência e atacaram a sede do Pelotão da  PM,  da Policia Civil e da prefeitura de Sonora e ainda  fizeram diversos disparos. Usando de explosivos, os bandidos detoram dois cofres do banco e levavam 795 mil, Já a destruição das instalações do prédio ficou em R$ 1 milhão de Reais. O bando usou um Fiat Strada um GM Ônix, com placas frias, o assalto durou 40 minutos, o crime é chamado de novo Cangaço.

Quatro estão presos na sede do Garras, Três continuam foragidos e mais duas pessoas investigadas. Os bandidos são do Mato Grosso, Pará , Goiás e Tocantins. A policia começou o estudo com os dono do ônix abandonado depois do crime em um canavial na região de Sonora. Os acusados são, José Ronaldo dos Santos, o Aldo, 30 anos  que cedeu a caminhonete , Weelington Xavier de Campus Paullucci Vieira, o boi 27 anos, Wemerson Felipé Alves , Biba de 32 anos, Marcio Rodrigues Costa, o Sherek, Bruno Saraiva Mota de Souza, O Bezenga de 38 anos, , Ronalth Correia Coelho Bebezão, Turista  35 anos , considerado chefe do bando e mora do Pará e Waldir Fabriciano Dugue, Xita Tarzã de 32 anos. Todos tinha função especifica no bando. Em Varzea Grande, a policia encontrou 51 metros de explosivos. O delegado Fábio Peró detalha.

A policia confirma que todos fazem parte da modalidade criminosa novo Cangaço. Sonora foi escolhida por causa da colocação geográfica, como revela do delegado Edilson dos Santos, do Garras. O delegado de Sonora Francis Freire anuncia as penalidades aos assaltantes. A quadrilha é responsável por outros crimes no Estado de Mato Grosso e em Goiás.Ouça a reportagem da Rádiowebms.

 

 João Flores Junior 

Foto RW.