Justiça acata denuncia do MPE sobre morte de manicure.

Campo Grande(MS) – A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público Estadual contra Gabriela Santos Antunes, 20 anos, e Emilly Karoliny Leite, 19 anos, por homicídio qualificado, praticado por motivo torpe. A denúncia foi aceita no dia 17 do mês passado, dois dias depois de Gabriela se apresentar à polícia e confessar ter matado a manicure Jennifer Nayara Guilhermete de Moares, 22 anos.

A primeira audiência do caso está marcada para o dia 12 de abril, na Capital. Conforme o documento do MPE, Emilly foi denunciada porque deu apoio e suporte para Gabriela durante toda a execução do delito, inclusive a acompanhando até o local em que a vítima foi assassinada. Segundo o MPE, ficou comprovado, que Gabriela e Emilly agiram por motivo torpe, uma vez que as duas praticaram o crime de homicídio para que uma delas pudesse se vingar de um envolvimento amoroso da vítima com seu marido.

Da redação

Foto; Victor Chileno/ Diário Digital.