Policia confirma crime envolvendo kauan dos Santos, corpo ainda não foi localizado.

Campo Grande(MS) – Deivid Almeida Lopes, de 38 anos, está preso na Derf (Delegacia Especializa de Roubos e Furtos) suspeito de estuprar e matar o menino Kauan Andrade Soares dos Santos, de 9 anos, e depois jogar o corpo no rio Anhanduí. Lopes morava desde 2013 na casa onde o crime ocorreu. A residência na rua da Praia, no Coophavilla – região Sul de Campo Grande, a casa foi  incendiada na noite de domingo (23). Na manhã desta segunda-feira (24) a casa do suspeito amanheceu com os vidros das janelas e portas quebrados e forte cheiro de chamuscado.
O delegado Paulo Sérgio Lauretto informou  que a polícia chegou ao suspeito porque já estava investigando casos de exploração sexual infantil no bairro. O delegado trata o suspeito, cujo nome não confirma, como vendedor de celulares. Deivid foi preso no sábado (22) após um adolescente de 14 anos confessar que aliciou a criança e levou até a casa do suspeito, na rua Praia. No local, Deivid teria estuprado Kauan, assassinado e, junto com o adolescente, jogado o corpo dele no rio Anhanduí, no bairro Aero Rancho O delegado Laureto comenta Depois a Policia apreendeu o garoto de 14 anos que teria aliciado Kauan até o local .

A policia entende que a internação protege o adolescente. O delegado confirma quye Kauan no momento do crime parou de reagir. O delegado não tem condições técnicas de afirmar se foi nesse momento que a criança morreu. A policia constatou sangue no local onde o menino teria sido violentado. O corpo de Kauna teria sido transportado dentro do Carro de Deividi Lopes.A policia ainda não sabe de o sangue seria do Kauan. O suspeito nega as acusações. Ouça Paulo Sérgio Lauretto titular da Delegacia da Criança e adolescente.  O corpo de Kauan Andrade Soares dos Santos, ainda não foi encontrado.

 

Da redação

Foto Marcos Ermínio/ Campo Grande News.