Policia investiga família de 10 pessoas envolvidas em crime tributários.

Campo Grande(MS) – De acordo com a Assessoria de Imprensa da Policia Federal,  Operação Labirinto de Creta teve prosseguimento na manhã desta  sexta feira  em Campo Grande, Terenos e a capital de São Paulo e consiste no  combate organização criminosa que usava empresas do setor frigorífico para sonegar R$ 350 milhões.  Além da sonegação a organização criminosa, é  acusada de falsidade ideológica, estelionato qualificado, fraudes previdenciárias e lavagem de dinheiro. Para a Policia  o grupo fazia grande movimentação de dinheiro mas não justificava comprovação contábil

Fiscais da Receita Federal sabem dos  valores de  crédito e ainda desconhecem  valores sonegados  porque o quadro societário era composto por laranjas, pessoas sem capacidade econômica.  São  cumpridos 15 mandados de busca e apreensão na casas dos investigados e empresas ligadas à Organização Criminosa. O trabalho movimenta  100 policiais federais e 18 auditores da Receita Federal. 

 

É a segunda investida da Federal no mesmo segmento de uma outra  operação  feita no dia  6 de novembro de 2014, que combateu ações ilegais do frigorífico Beef Nobre, que resultou na condenação de um empresário do setor a 5 anos e 8 meses de prisão por lavagem de dinheiro. Na ocasião, foram cumpridos mandados em Mato Grosso do Sul e interior do Paraná. As investigações ainda não terminarma

 

João Flores Junior

Foto, Assessoria de Imprensa da PRF.