Mendonça havia assassinado ex mulher em MT na década de 1980

Campo Grande(MS)  –  A constatação  é de  investigadores da 1º Delegacia de Polícia de Aquidauana, que descobriram que   assassino  de uma pastora em igreja evangélica  na  noite de terça-feira (27), também era responsável por outro crime grave, ocorrido na cidade de Várzea Grande (MT) há  30 anos. De acordo com a policia investigativa,  Carlos Alberto Mendonça, 58 anos, é foragido do estado de Mato Grosso pela prática do crime de homicídio. O indiciado foi novamente interrogado e confirmou que em 1988 matou a tiros sua ex-companheira, com quem convivia à época.  Em  1980  ainda não existia o crime de feminicídio e o fato foi configurado como homicídio qualificado. Tal descoberta foi comunicada à Justiça Estadual.

Na tarde de quinta feira dia 29 de Agosto, Mendonça passou por audiência de custódia. A polícia Civil aguarda a decisão judicial para encaminhar o custodiado à uma unidade prisional.  No dia 27 deste mês, Carlos executou dentro de uma igreja, em Aquidauana, a ex-esposa Rose Meire Fermino de Andrade Mendonça, 48 anos, durante um culto evangélico. Ela era pastora no local.  A mulher, conhecida como pastora Cida, foi atingida por três dos quatro tiros disparados por Carlos Alberto. Horas depois, já na madrugada de quarta-feira (28), ele foi preso ao tentar cometer suicídio.

Da redação

Foto;