Policia investiga furtos que acontecem ha mais de 2 anos em Escola de Maracaju

Campo Grande(MS) – Furtos na Escola Cambaraí não eram novidades, de acordo com denuncias de servidores que não quiseram se identificar ao Site O cidadão Alerta.com. O crime foi denunciado e provocou boletim de Ocorrência na delegacia de Policia da Maracaju , cidade distante á 160 quilômetros de Campo Grande na última sexta-feira (30/08),  pela diretora da Escola Estadual, Katiane Silva de Souza. De acordo com registro na policia, a diretora  relata que  deixou a sua bolsa dentro do carro Toyota Etios (de cor vermelha) que estava no estacionamento da escola, e, quando chegou, notou o desaparecimento de R$ 800,00 (oitocentos reais) que estavam dentro de sua bolsa, sendo 8 (oito) notas de R$ 100,00 (cem reais).

Katiane ainda afirmou que o valor era resultado de uma festa  feita  na escola, e, só deixou sua bolsa com o valor dentro do carro, por  causa  de outros furtos já ocorridos dentro da escola.  A diretora  afirmou que a sua sala estava aberta e todos os funcionários da escola têm acesso à sala para pegar materiais. E que, no momento em que a chave do veículo estava em cima da mesa, sumiu e depois reapareceu, havia alguns funcionários na sala. Conforme  o  Boletim de Ocorrência,  estavam na sala no momento em que a chave sumiu e reapareceu, as servidoras,  E. A D., M., P. P.  e M. Os furtos acontecem na unidade de ensino Há  pelo menos dois anos.

Informações não oficias,  revelam que a titular da delegacia de  Polícia Civil de Maracaju, Glaucia  Fernanda  Valério,  já teria conseguido  imagens de câmera de vigilância nas imediações da escola, para que com as imagens possa identificar o(a) autor(a) do furto. Procurada pela página o cidadão Alerta, a diretora da Escola Cambaraí, Katiane Silva de Souza, não quis comentar os furtos. A policia Civil de Maracaju investiga. Com Informações do Cidadão Alerta.com

Da redação

Foto. Arquivo.